COMISSÕES

Coordenação: Conselheiro Alexandre Trzan Ávila (CRP 05/35908)

Descrição: A Comissão de Análise para Título de Especialista é a comissão responsável pelo processo de avaliação e concessão do Título de Especialista às psicólogas (os) conforme diretrizes do Conselho Federal de Psicologia (CFP). Atualmente temos 13 especialidades reconhecidas pelo CFP, conforme as normativas que regulamentam a concessão do Título de Especialista, saber: Resolução CFP nº 013/2007 e a Resolução CFP nº 018/2019

Para informações sobre como obter o Título de Especialista em Psicologia, acesse aqui.

Coordenação: Conselheiro Leonardo de Miranda Ferreira (CRP 05/36950)

Descrição: “A Comissão de Comunicação Social (CCS) é responsável por produzir e administrar os conteúdos informativos veiculados nos canais de comunicação do CRP05 (site, informativos on-line, jornal e mídias sociais). É responsável também pela interlocução entre o CRP05 e os veículos de comunicação (emissoras de rádio e televisão, sites especializados, agências de notícias, jornais e revistas, entre outros). Além disso, é na CCS onde são desenvolvidos e produzidos os materiais gráficos de divulgação dos eventos do CRP05, tais como cartazes, folderes, filipetas, livros e demais publicações.”

Coordenação: Conselheiro Thiago Benedito Livramento Melício (CRP 05/35915)

Descrição: Comissão Editorial do Conselho Regional de Psicologia tem como projeto organizar e articular as políticas de publicação do conselho e contribuir com as ações de produção e divulgação do conhecimento no campo da Psicologia, enquanto ciência e profissão, de modo a balizar o exercício profissional qualificado e compromissado com a ética, com as políticas públicas e com a garantia de direitos

Coordenação: Conselheira Céu Silva Cavalcanti (CRP 05/57816)

Descrição: “A Comissão de Orientação e Ética (COE) é uma comissão permanente do CRP05 encarregada de apurar denúncias sobre infrações éticas ou administrativas cometidas por psicólogas (os) no exercício da profissão. Além disso, é responsável também pela averiguação de denúncias funcionais cometidas por conselheiros no exercício do cargo. A atuação da COE é baseada nos princípios estabelecidos pelo Código de Ética Profissional da (o) Psicóloga (o), nas resoluções do Conselho Federal de Psicologia e também nas normas de tramitação de processos éticos definidas pelo Código de Processamento Disciplinar. Atualmente a COE é composta por 10 Comissões de Instrução que são encarregadas da análise e encaminhamento das denúncias recebidas.”

Coordenação: Conselheira Thaís Vargas Menezes (CRP 05/33228)

Descrição: “A Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) é uma comissão permanente do CRP-RJ que tem como função orientar as (os) psicólogas (os) e a sociedade sobre a conduta ética e a legislação profissionais e temas gerais pertinentes à Psicologia. A COF possui também a função de fiscalizar o exercício profissional da Psicologia no estado do Rio de Janeiro. A fiscalização da COF acontece nas seguintes situações: inscrição de Pessoa Jurídica, mudança de endereço de PJ, encerramento das atividades de PJ, averiguação de denúncias ético-disciplinares relativas ao exercício profissional e por designação do plenário do CRP-RJ para fins de ação técnico-política da gestão, e também assistir a gestão nos assuntos de sua competência.”

CONTROLE SOCIAL

Coordenação: Conselheira Conceição de Maria Gama de Carvalho Mathias (CRP 05/39882)

Descrição: A Comissão tem objetivo de articular a Psicologia e as Políticas Públicas através dos espaços de controle social, como conselhos de direitos municipais e estaduais, fóruns da sociedade civil, GTs. Além de organizar ações para a reflexão da atuação das Psicólogas em todas as áreas de atuação que estejam dentro das políticas públicas, e promover reuniões com a categoria para escuta e orientação quanto a atuação profissional.

CREPOP

Coordenação: Conselheira Isabel Scrivano Martins Santa Bárbara (CRP 05/26162)

Descrição: A Comissão Regional de Psicologia e Políticas Públicas – CREPOP realiza a produção e publicização das referências técnicas produzidas junto a profissionais, estudantes e gestores. O Centro de Referências Técnicas em Psicologia e Políticas Públicas (CREPOP) é uma iniciativa do Sistema Conselhos de Psicologia (CFP e CRPs), criado em 2006 para promover a qualificação da atuação profissional de psicólogas/os que atuam nas diversas políticas públicas.

  • NÚCLEO DE PSICOLOGIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL

Coordenação: Conselheira Cláudia Simões Carvalho) (CRP 05/30182)

  • NÚCLEO DE PSICOLOGIA E EDUCAÇÃO

Coordenação: Conselheiro Marinaldo Silva Santos (CRP 05/5057)

  • NÚCLEO DE PSICOLOGIA E ESPORTE

Coordenação: Colaboradora Andreia Cunha Carneiro de Andrade Cardoso (CRP 05/26798)

Coordenação Adjunta: Colaboradora Adriana Amaral do Espírito Santo (CRP 05/31762), colaboradora Daniele Muniz de Lima Granja (CRP 05/37736), colaboradora Louise Cordeiro Borba Nogueira (CRP 05/31971) e colaborador Rodrigo de Vasconcelos Pieri (CRP 05/33408)

Descrição: O Núcleo de Psicologia e Esporte do Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro é composto por profissionais de psicologia que atuam nas diferentes áreas da Psicologia do Esporte e do Exercício. Busca debater aspectos de base do fenômeno esportivo, interrelacionando-os com as possíveis consequências para a prática profissional do psicólogo. Pautado por um olhar crítico e construtivo, o núcleo procura mapear, orientar e divulgar a atuação do profissional de psicologia do esporte, buscando constituir espaços de discussão junto à categoria. Trabalha elaborando material escrito, eventos e na tentativa de se fazer presente junto a instituições-chave do esporte no Brasil, nas esferas privada e pública (municipal, estadual e nacional). O trabalho do núcleo tem se desenvolvido a partir de encontros remotos, buscando colocar em curso as ações propostas no planejamento estratégico elaborado nesta gestão.

  • NÚCLEO DE PSICOLOGIA E TRÁFEGO

Coordenação: Colaboradora Janaína Sant’Anna Barros da Silva (CRP 05/17875)

Descrição: O Núcleo de Psicologia e Tráfego, anteriormente nomeado como Núcleo de Psicologia e Mobilidade Humana, foi criado no XIV Plenário com objetivo de debater as questões relacionadas a mobilidade humana e o trânsito. No XVI plenário houve a reestruturação do eixo, que foi desmembrado, tornando-se Núcleo de Psicologia e Tráfego com o objetivo de tratar as questões do tráfego em seus diversos modais, que implicam na diversidade de práticas da psicologia neste campo, a psicologia do trânsito em quanto área integrante das políticas públicas de segurança viária e a ampliação de políticas públicas neste contexto que atendam as reais necessidades da sociedade.

  • NÚCLEO DE PSICOLOGIA E SAÚDE

Coordenação: Colaboradora Erika Barbosa de Araújo (CRP 05/50040)

Descrição: O Núcleo de Saúde do Conselho Regional de Psicologia do Rio de janeiro tem o intuito de orientar, fiscalizar e contribuir para a produção de normativas da atuação da psicologia no SUS, visando garantir a promoção de saúde por meio de postura profissional compromissada ética e socialmente. As discussões e ações do Núcleo visam assegurar que o exercício profissional tenha assento na identificação dos determinantes sociais de saúde e das necessidades da população, agenciando o enfrentamento das desigualdades, com atuação que destaque a importância da política pública de saúde na transformação das condições de vida e na garantia de direitos de todas e todos.

  • NÚCLEO DE PSICOLOGIA E SAÚDE MENTAL

Coordenação: Conselheiro Alexandre Vasilenskas Gil (CRP 05/30741) 

Descrição: O Núcleo de Psicologia e Saúde Mental do Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro é composto por profissionais de psicologia que atuam nos diferentes pontos da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). Tem por finalidade debater a conjuntura assistencial do campo da saúde mental e as possíveis consequências para a prática profissional do psicólogo. O núcleo trabalha no sentido de orientar a atuação do profissional de psicologia baseado nos preceitos da Reforma Psiquiátrica Brasileira, onde a internação é substituída pela assistência de base comunitária. Elaboração de eventos e representações em movimentos organizados em apoio a Reforma Psiquiátrica e a Luta Antimanicomial são partes dos trabalhos do Núcleo. Os representantes do núcleo procuram estar presentes em espaços de discussão sobre a política de saúde mental nas esferas municipal, estadual e nacional. Fiscalizações e orientações também compõem as atribuições do Núcleo de Saúde Mental. As reuniões acontecem quinzenalmente de forma híbrida (presencial e online).

  • NÚCLEO DE PSICOLOGIA E SISTEMA DE JUSTIÇA

Coordenação: Colaboradora Marina Wanderlei Vilar de Carvalho (CRP 05/38427)

Descrição: O Núcleo Psicologia e Sistema de Justiça, ligado à Comissão Regional de Psicologia e Políticas Públicas, busca debater as práticas da Psicologia nas instituições judiciárias e em outros locais em que os profissionais atuam em interface com a Justiça. A partir de um olhar crítico e construtivo, objetiva-se ampliar o diálogo com a categoria acerca dessas atuações e promover reflexões sobre os principais temas atuais neste contexto.

  • NÚCLEO DE PSICOLOGIA E SOCIOEDUCAÇÃO

Coordenação: Conselheira Thaís Vargas Menezes (CRP 05/33228)

Descrição: o Núcleo de Psicologia na Socioeducação dá continuidade às discussões sobre a atuação da Psicologia no campo da Socioeducação. Em 2015 a APAF instituiu o GT Nacional da Socioeducação provocando a formação de um GT no regional. Após este primeiro trabalho, foi formalizado no CRP RJ o Eixo da Socioeducação, ligado à Comissão de Direitos Humanos. Na atual gestão, é um dos núcleos de políticas públicas. O núcleo tem por objetivo promover espaços de discussão junto a categoria, além de colocar em evidência esse campo de trabalho, as questões dessa atuação. Algumas destas discussões se deram na Primeira Conferência de Socioeducação que resultou na publicação “O trabalho do Psicólogo na Socioeducação do Estado do Rio de Janeiro”, além de ter contribuído para as discussões junto a outros CRs e ao CFP. O trabalho do núcleo tem se desenvolvido a partir de encontros remotos, buscando colocar em curso as ações propostas no planejamento estratégico elaborado nesta gestão. Estamos abertos a participação da categoria nosso contato direto é o e-mail nucleosocioeducacaocrprj@gmail.com

  • NÚCLEO DE PSICOLOGIA, SISTEMA PRISIONAL E SEGURANÇA PÚBLICA

Coordenação: Colaboradora Maria Márcia Badaró Bandeira (CRP 05/2027)

Descrição: O Núcleo de Psicologia, Sistema Prisional e Segurança Pública, criado na gestão 2019-2022, integra a Comissão Regional de Psicologia e Políticas Públicas do CRP-RJ. Tem como objetivo estabelecer um diálogo com as (os) psicólogas (os) que trabalham no sistema prisional e nos órgãos da segurança pública (Polícia Militar e Corpo de Bombeiros) para, a partir de um olhar crítico e construtivo, promover reflexões sobre as principais questões que afetam as(os) profissionais nesses campos de atuação. Objetiva também buscar ações conjuntas para assegurar o exercício profissional ético, norteado pelos princípios dos direitos humanos e do compromisso social com as políticas públicas que atravessam o campo da execução penal e da segurança pública.

Coordenação: Pierre Monteiro Lessa (CRP 05/46007)

Descrição: Entendemos que a garantia de direitos opera como elemento atravessador das construções de nossas perspectivas éticas ao pautar o exercício da psicologia, desse modo a Comissão Regional de Direitos Humanos tem como objetivo transversalizar a perspectiva dos direitos humanos nas diferentes construções institucionais do Conselho Regional de Psicologia. A comissão opera como um grande guarda-chuvas que capilariza nos eixos: Psicologia e Laicidade; Psicologia e Relações Raciais; Psicologia, Gênero e Diversidade Sexual; Infância e Juventude; Políticas sobre Álcool e Outras Drogas; Psicologia, Violência de Estado e Enfrentamento à Tortura; Psicologia e Direito à cidade; Psicologia e práticas anticapacitistas.

  • EIXO DE DIREITO À CIDADE

Coordenação: Colaborador Lucas Gabriel de Matos Santos (CRP 05/58930)

Descrição: O eixo de direito à cidade, constituído no XVI Plenário, visa abrir espaço para discutir os efeitos psicossociais e na produção das subjetividades a partir das desigualdades expressas em contextos urbanos. Com isso, complexificar os debates sobre o impacto das desigualdades nos adoecimentos psíquicos levando em conta as exclusões sistemáticas percebidas nas formações das cidades a partir das políticas públicas de mobilidade urbana, saneamento, transporte, moradia, assistência, trabalho, entre outras temáticas que adensam os processos de subjetivação nas metrópoles.

  • EIXO DE GÊNERO E DIVERSIDADE SEXUAL

Coordenação: Conselheira Conceição de Maria Gama de Carvalho Mathias (CRP 05/39882)

Descrição: Objetivo do Eixo é refletir sobre papéis de gênero, sobre as diversidades sexuais, as violências de gênero e produzir eventos de orientação para categoria e população, participar de espaços de controle social, produzir material orientativo, realizar reuniões internas e externas com colaboradores e categoria, além de participar de eventos como convidadas.

  • EIXO DE INFÂNCIA E JUVENTUDE

Coordenação: Colaborador André Rangel de Oliveira Barbosa (CRP 05/19996)/ Coordenação Adjunta: Conselheira Cláudia Simões Carvalho) (CRP 05/30182)

Descrição: Este Eixo, criado no atual Plenário, está voltado para debater com a categoria e a sociedade em geral, por uma perspectiva crítica, a relevância da concepção de proteção integral à infância e juventude nas práticas psicológicas, a partir do que está postulado nas principais normativas nacionais e internacionais, em que a criança e o adolescente figuram como detentores de prioridade absoluta e como sujeitos de direitos. Para tanto, o Eixo em questão visa ampliar este diálogo com os movimentos sociais, órgãos do Controle Social Democrático e com as (os) psicólogas (os), de modo a incidir para o fortalecimento e a formulação de políticas públicas com o viés da garantia dos direitos humanos de crianças e adolescentes.

  • EIXO DE LAICIDADE

Coordenação: Colaborador Héder Lemos Bello (CRP 05/51594)

Descrição: O Eixo de Psicologia e Laicidade compõe a Comissão de Direitos Humanos do Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro. Foi idealizado em 2015 com o objetivo de pensar a importância da Laicidade para o exercício profissional e a formação em Psicologia, justamente a partir do entendimento de que as variadas formas das religiosidades e espiritualidades e os saberes e práticas em Psicologia atuam sobre o mesmo campo subjetivo de produção de sentidos para a existência humana. Assim, para que não haja equívocos, misturas ou movimentos de intolerância, é necessário que o campo científico da Psicologia compreenda a espiritualidade como algo inerente a qualquer sujeito, bem como reconheça as marcas da religiosidade na formação cultural brasileira e defina a sua especificidade de atuação e teoria sobre as questões que perpassam as vivências religiosas e espirituais dos sujeitos. O desenho da diferenciação da Psicologia enquanto ciência e profissão laicas marca esse campo e a atuação desse eixo, defendendo a liberdade religiosa e o respeito aos direitos humanos e, ao mesmo tempo, enfrentando quaisquer interferências de natureza fundamentalista em nosso campo profissional. Realizamos reuniões mensais com os componentes do Eixo a fim de construir e propor atividades e recursos que proporcionem espaços de discussão e fomentem o diálogo com a categoria, inclusive através de participação em eventos em Instituições de Ensino Superior, de modo a contribuir para os processos de formação em Psicologia.

  • EIXO DE POLÍTICA SOBRE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

Coordenação: Conselheira Victoria Antonieta Tapia Gutiérrez (CRP 05/20157)

Descrição: O Eixo criado pelo XVI Plenário tem como objetivo debater as questões pertinentes à prática da Psicologia no que se refere às Políticas Públicas de Álcool e outras Drogas, tendo como princípio norteador os Direitos Humanos; fazer uma leitura crítica e reflexiva do aparato jurídico que permeia o assunto; buscar formas mais diretas de conversar com a população sobre as substâncias psicoativas e sua relação com a saúde e o papel da(o) psicóloga(o), incluindo demais setores e espaços públicos, órgãos de Controle Social e movimentos sociais e assim fomentar a construção de políticas públicas justas para toda a população, principalmente as classes vulneráveis.

  • EIXO DE RELAÇÕES RACIAIS

Coordenação: Conselheiro Hildeberto Vieira Martins (CRP 05/24193)

Descrição: O Eixo de Relações Raciais do CRP 05 tem como objetivo principal discutir o papel da formação e do exercício em psicologia e a sua contribuição para o debate da “questão racial” na sociedade brasileira, seus efeitos subjetivos e psicológicos e qual o alcance e papel da psicologia para a compreensão, redução ou eliminação do preconceito e da discriminação racial. Os membros do eixo pretendem discutir junto à categoria de psicólogos como a psicologia pode contribuir para entender as relações raciais e os fenômenos decorrentes dessas interações sociais racializadas (preconceito, racismo, ações afirmativas, casamentos inter-raciais etc.) utilizando-se da produção teórico-metodológica formulada pela psicologia. Intentamos promover reflexões que possibilitem a construção de novas ferramentas de análise sobre a questão racial brasileira. Objetiva-se realizar esse debate a partir da criação de eventos e projetos (seminários, rodas de conversa e materiais de divulgação das políticas e regulamentações voltadas para esse tema) e divulgar os documentos já produzidos pelo Sistema Conselhos de Psicologia (CFP e CRPs), como é o caso da Resolução 018/2002.

  • EIXO DE VIOLÊNCIA DE ESTADO E ENFRENTAMENTO À TORTURA

Coordenação: Colaborador Marden Marques Soares Filho (CRP 01/9424)

Descrição: O Eixo de Relações Raciais do CRP 05 tem como objetivo principal discutir o papel da formação e do exercício em psicologia e a sua contribuição para o debate da “questão racial” na sociedade brasileira, seus efeitos subjetivos e psicológicos e qual o alcance e papel da psicologia para a compreensão, redução ou eliminação do preconceito e da discriminação racial. Os membros do eixo pretendem discutir junto à categoria de psicólogos como a psicologia pode contribuir para entender as relações raciais e os fenômenos decorrentes dessas interações sociais racializadas (preconceito, racismo, ações afirmativas, casamentos inter-raciais etc.) utilizando-se da produção teórico-metodológica formulada pela psicologia. Intentamos promover reflexões que possibilitem a construção de novas ferramentas de análise sobre a questão racial brasileira. Objetiva-se realizar esse debate a partir da criação de eventos e projetos (seminários, rodas de conversa e materiais de divulgação das políticas e regulamentações voltadas para esse tema) e divulgar os documentos já produzidos pelo Sistema Conselhos de Psicologia (CFP e CRPs), como é o caso da Resolução 018/2002.

  • EIXO DE POLÍTICAS E PRÁTICAS ANTICAPACITISTAS

Coordenação: Colaboradora Fabiana Mello Paes Barreto (CRP 05/31755)

Coordenação: Conselheira Carolina Maria Felipe dos Santos Silva (CRP 05/29816)

Descrição: A CIRD é a comissão responsável por ampliar e potencializar as referências do CRP RJ nas regiões do interior do Estado através das Subsedes e Pontos Focais. Os Pontos Focais são representações do CRP RJ nas regiões e/ou municípios que são distantes de uma Subsede que possuem um grande número de psicólogas (os) e de Universidades. Atualmente possuímos nove (09) Pontos Focais no Estado do Rio de Janeiro. São eles: 1. Região Norte Noroeste Fluminense: nos municípios de São João da Barra e Conceição de Macabu; 2. Região Leste Fluminense: Cabo Frio (Região dos Lagos); 3. Região da Baixada Fluminense: nos municípios de Queimados e Belford Roxo; e 4. Região Sul Fluminense: nos municípios de Vassouras, Mendes, Resende e Angra dos Reis.

Coordenação: Conselheira Gabriela de Araújo Braz dos Santos (CRP 05/56462)

Descrição: A Comissão Especial de Estudantes (CEES) é uma comissão formada por estudantes de graduação em Psicologia, que tem por objetivo ampliar a participação destas Psicólogas (os) em formação no CRP05 proporcionando um ambiente de trocas entre as (os) estudantes e organizando ações em defesa da Psicologia como ciência e profissão. Por meio dos Núcleos Regionais, com atuação nas Subsedes do CRP05, a Comissão Especial de Estudantes visa diminuir a distância entre o CRP05 e as instituições de ensino, articulando uma rede entre as (os) estudantes para acolher e dar visibilidade às questões pertinentes à formação e à prática profissional através da abertura de espaços para discussões.

Coordenação: conselheiro José Novaes (CRP 05/980)

Descrição: A Comissão de Alienação do Imóvel da Tijuca tem como objetivo a venda do imóvel da Tijuca que sediava o CRP 05.  Com a mudança para a nova sede, após as reformas no prédio adquirido, à rua Teófilo Otoni, no centro da cidade, no início de 2019, o imóvel da Tijuca pode ser colocado à venda, já que a permissão para tal foi dada ao Conselho pela Assembleia Geral da categoria de 2009, onde conseguimos permissão para a compra de novo imóvel, e foi ratificada por nova Assembleia Geral em 2020. Para que esta venda seja concretizada, estamos conseguindo uma nova avaliação do imóvel- a que tínhamos caducara, elas têm o prazo de um ano – para podermos então iniciar o processo licitatório para a alienação da antiga sede do CRP 05.

Coordenação: Conselheira Mônica Valéria Affonso Sampaio (CRP 05/ 44523)

Coordenação Adjunta: Colaboradora Francyne dos Santos Andrade (CRP 05/55825)

Descrição: Instituída no XVI Plenário, a Comissão Especial de Eventos do CRP-RJ tem como principal função o planejamento, organização e execução dos eventos a serem realizados em todo o estado. É de sua responsabilidade a construção da agenda anual, fomentando debates, rodas de conversa, mesas redondas e demais modalidades de eventos com as temáticas de interesse da categoria. Além disso, cabe a Comissão de Eventos a articulação com as demais comissões e setores do CRP RJ, para dar seguimento as ações propostas no plano de trabalho de cada comissão.

Coordenação: conselheira Julia Horta Nasser (CRP 05/33796)

Descrição: A Comissão Especial de Psicologia Clínica do CRP-RJ, instituída pelo XVI Plenário, produz discussões de forma ampliada e crítica sobre a atuação da Psicologia na área clínica e suas interfaces em contextos diversos. Parte-se do pressuposto que a atuação da psicologia neste campo se dá de forma ampliada, abarcando não só questões que atravessam os indivíduos, mas também uma atuação ética-política comprometida com a sociedade e sua transformação.

Coordenação: Conselheiro Marcello da Silva Santos (CRP 05/17566)

Descrição: A Comissão de Acompanhamento de Licitações e Pregões é responsável por acompanhar todos os processos de licitação do CRP05, desde a análise de documentação até os processos do pregão, garantindo sua transparência e lisura.

Coordenação: Colaborador Alfredo Assunção Matos (CRP 05/60474)

Descrição: Esta comissão surgiu através de uma iniciativa da décima sexta plenária visando pensar e promover o debate sobre o campo do Trabalho e sobre a atuação das psicólogas e psicólogos em diferentes espaços, instituições e organizações. Com encontros mensais são abordados diversos temas, tais como: Demanda de testes e avaliação psicológica; Papel do psicólogo e as possibilidades de atuação nas organizações, relações entre Saúde (Mental) e Trabalho, Políticas de RH, entre outros. A Comissão tem como objetivo fomentar as trocas através da promoção de rodas de conversa, workshops e debates sobre os diversos temas deste campo, tais como: – QVT (qualidade de vida no trabalho); – Assédio moral, estresse, assédio de um modo geral e outras formas de violência no trabalho. – Precarização das relações de trabalho (Uberização do trabalho). – Como as novas tecnologias/ferramentas de trabalho podem impactar na saúde do trabalhador. – Trabalho como fonte de adoecimento e prazer. Doenças relacionadas ao trabalho/possibilidade de criação/reconhecimento. – Saúde Mental e Trabalho: impactos das novas configurações/tecnologias na contemporaneidade. – Saúde do Trabalhador em tempos de pandemia. – Saúde Mental e ambiente de trabalho em tempos de pandemia.

Coordenação: Conselheiro Marinaldo Silva Santos (CRP 05/5057)

Coordenação: Conselheiro Alexandre Trzan Ávila (CRP 05/35809)

Coordenação Adjunta: Colaborador Caíque Azael Ferreira da Silva (CRP 05/64942)

Descrição: A Comissão criada pelo XVI Plenário tem como objetivo debater as questões no campo da formação em Psicologia, articuladas com o exercício profissional. Para conduzir suas atividades, reúne psicólogos que trabalham no campo do ensino, pesquisa, extensão, supervisão de estágios, coordenação de cursos, bem como estudantes de Psicologia e entidades que discutam o ensino de Psicologia e o exercício profissional.  Articulação política com a ABEP, participação em eventos da ABEP e co-organização do encontro com professores, supervisores e docentes das IES do estado do Rio de Janeiro para debate sobre “estágios online em tempos de pandemia”.

Coordenação: Conselheiro Pedro Paulo Gastalho de Bicalho (CRP 05/26077)

Descrição: A Comissão de Acompanhamento do Planejamento Estratégico e Deliberações do COREP/CNP é uma ferramenta da Gestão do XVI Plenário para acompanhamento das propostas de ação construídas no Planejamento Estratégico da gestão e da realização das deliberações do COREP/CNP de 2019.

Coordenação: Conselheira Victoria Antonieta Tapia Gutiérrez (CRP 05/20157)

Descrição: Em maio de 2020, o XVI Plenário do CRP RJ decidiu em plenária pela criação da Comissão de Psicologia em Emergências e Desastres, o CPED. Tendo como o objetivo principal, ampliar o diálogo nas diferentes perspectivas de atuação, discutir sobre o compromisso social da Psicologia nesse campo de atuação, articular reflexões e possibilidades de atuação nesse contexto. Levando em consideração que a discussão sobre Emergências e Desastres, sempre teve um forte protagonismo da Assistência Social, se torna importante enfatizar que diversas áreas da Psicologia se mostram estratégicas e importantes, tanto na resposta emergencial, quanto no trabalho pós adversidade, que envolvem segmentos: garantia de direitos, mobilidade urbana e muitos outros, por isso se torna imprescindível integrar discussões.

Coordenação: Conselheiro Ismael Eduardo Machado Damas (CRP 05/42823)

Descrição: Diante do cenário da Pandemia de Covid-19 e as restrições impostas pelo isolamento social, fez com que as profissionais buscassem ofertar seus serviços psicológicos através das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC’s). Com a migração foi gerada uma sobrecarga na plataforma E-Psi, devido ao expressivo número de solicitação de inscrição, ocasionando também um acúmulo de cadastros a serem analisados pelas técnicas da COF. A partir desse cenário foi criada uma comissão especial com o intuito de desafogar as solicitações represadas.

Coordenação: Colaboradora Maíra Amaral de Andrade (CRP 05/32352)

Coordenação Adjunta: Colaboradora Cristiane Moreira da Silva (CRP 05/30237)

Coordenação: Conselheiro Achiles Miranda Dias (CRP 05/27415)

Coordenação: conselheiro Achiles Miranda Dias (CRP 05/27415)

Descrição: A Comissão de Acompanhamento de do Portal da Transparência é responsável por acompanhar o Portal de Transparência do CRP05, buscando seu se mantenha atualizado.

Coordenação: Conselheiro José Novaes (CRP 05/980)

Descrição: A Comissão de Meios de Solução Consensual de Conflitos (COMSCC), que atua no âmbito da Comissão de Ética (COE) do CRP05, tem como objetivo implantar estes meios, em especial a mediação, na COE. Quando um dos processos que tramitam na COE é enviado para a COMSCC, seu trâmite é interrompido, e essa interrupção pode ocorrer em qualquer momento desde que o processo é aberto, até mesmo no seu final, na fase de julgamento. Se um acordo final entre as partes – denunciante e denunciada (o) – é conseguido, o processo na COE é extinto, prevalecendo o acordo conseguido pelos mediadores, que atuam em duplas, após homologado pelo Plenário do CRP05.

Coordenação: Colaboradora Érika Barbosa de Araújo (CRP 05/50040)

Descrição: A Comissão Gestora da Subsede do CRP05 na Região Baixada Fluminense foi fundada em 1994 a partir da intensa mobilização das (os) psicólogas (os) e movimentos sociais da região. A Comissão Gestora desenvolve importantes ações políticas para fomentar diálogos valiosos com profissionais e estudantes de Psicologia. Entre essas ações, podemos destacar: a luta, em parceria com o Sindicato dos Psicólogos de Estado de Rio de Janeiro, pela abertura de mercado de trabalho para psicólogas (os) por meio de concurso público, e o fortalecimento de parcerias com universidades e instituições da região, possibilitando um espaço permanente de interlocução também com profissionais de outras áreas e a comunidade. Atualmente, vem consolidando um importante espaço de debates junto às (aos) psicólogas (os), estudantes, universidades e movimentos sociais, com destaque aos eventos nomeados como “Rodas e Encontros”, “Cine Psi Baixada”, “CRP nas Universidades” e “Café com Orientação”, promovendo reflexões que permeiam a prática psi na atualidade em suas diferentes práticas e espaços.

Coordenação: Colaborador Alexandre Ferreira do Nascimento (CRP 05/33108)

Descrição: A Comissão Gestora da Subsede do Leste Fluminense é instaurada em 2019 e se inicia com a proposta de fortalecer as discussões políticas da Psicologia nos municípios da região, visando à maior aproximação do CRP-RJ com a categoria. A proposta é possibilitar novos espaços de participação das (os) psicólogas (os) da região por meio de ações e eventos, ampliando discussões e reflexões necessárias para o exercício profissional, contribuindo para a construção e o fortalecimento das Políticas Públicas e reafirmando a Psicologia, como ciência e profissão, em seu papel ético, político e social.

Coordenação: Conselheira Conceição de Maria Gama de Carvalho Mathias (CRP 05/39882)

Descrição: A Subsede do CRP05 no Norte – Noroeste Fluminense foi criada em 2009 a partir da própria mobilização das (os) psicólogas (os) da região, que pleiteavam um espaço permanente de diálogo entre a categoria e o CRP05. Por isso, a Subsede representa, para além de suas atividades administrativas, um espaço para fomentar a articulação política das (os) profissionais da região a partir de debates críticos e reflexivos sobre as práticas psicológicas e suas implicações éticas, políticas e sociais. Além de uma Comissão Gestora, a Subsede Norte – Noroeste Fluminense possui Pontos Focais em outros municípios da região, isto é, psicólogas (os) que representam o CRP05 e servem como referência para a articulação política da categoria nessas localidades.

Coordenação: Conselheira Victoria Antonieta Tapia Gutiérrez (CRP 05/20157)

Descrição: Em maio de 1989, foi inaugurada, em Petrópolis, a então Inspetoria Regional do CRP05. Essa inspetoria, atualmente denominada subsede, iniciou seu funcionamento com a eleição dos delegados para o I Congresso Nacional Unificado dos Psicólogos, realizado em Brasília. No ano em que completou seus 20 anos, a Subsede recebeu sua primeira Comissão Gestora, que teve como prioridade a aproximação com a comunidade de psicólogas (os) da Região Serrana. A Comissão vem, desde então, desenvolvendo um projeto de fortalecimento das discussões políticas da Psicologia nos municípios da região e de promoção de ações e debates intersetoriais com as (os) psicólogas (os), especialmente aqueles (as) que atuam nas Políticas Públicas.

Coordenação: Conselheira Carolina Maria Felipe dos Santos Silva (CRP 05/29816)

Descrição: A Comissão Organizadora na Região Sul Fluminense é composta pela Coordenadora e Conselheira Carolina Maria F. dos Santos Silva e mais três colaboradores. Esta Comissão não possui Subsede, pois é uma comissão nova e suas ações ainda estão sendo construídas.

Coordenação: Conselheira Julia Horta Nasser (CRP 05/33796)

Descrição: Esta Comissão que tem como objetivo organizar e realizar as etapas regionais no Congresso Nacional de Psicologia de 2022. Objetivos do COREP-CNP: Promover a organização e a mobilização das psicólogas do Estado, possibilitando a definição da contribuição do Sistema Conselhos para o desenvolvimento da Psicologia como ciência e profissão; Garantir a participação direta das psicólogas no processo de deliberação acerca das ações a serem desenvolvidas pelo Sistema Conselhos de Psicologia, favorecendo e valorizando o protagonismo e a auto-organização da categoria em relação às etapas que precedem o Congresso Nacional de Psicologia (CNP) e os Congressos Regionais de Psicologia (COREPS).