Seminário “ISOP: Pioneiro da Psicologia” acontecerá no dia 23 de agosto no Rio: agende-se para participar!

Categoria(s):  DIA DO PSICÓLOGO, Notícias   Postado em: 11/08/2017 às 15:25

No mês em que se comemoram o Dia da (o) Psicóloga (o) e os 55 anos de regulamentação da Psicologia no Brasil, o CRP-RJ convida todas (os) as (os) psicólogas (os) e estudantes a participar, no dia 23 de agosto (4ª feira), das 9h às 18h, no Centro do Rio, do Seminário “ISOP: Pioneiro da Psicologia”.

O evento tem o objetivo de debater a relação entre a atuação do ISOP (Instituto de Seleção e Orientação Profissional) em algumas áreas da Psicologia nos seus primeiros anos de atividade, resgatando a história do Instituto e sua contribuição para a consolidação de várias áreas, como a Psicologia Organizacional e do Trabalho, Escolar/Educacional e do Esporte. O encontro tem o objetivo também de resgatar a memória de Emílio Mira y Lopez, fundador do ISOP, destacando sua relevância para a Psicologia brasileira.

POST_ISOPO Seminário – organizado a partir de uma parceria entre o CRP-RJ, o Clio-Psyqué/UERJ e a Fundação Getúlio Vargas – é gratuito, mas, para garantir participação, é preciso inscrever-se previamente clicando aqui.

A programação do evento contará com mesas de debates, atividade cultural e exibição de vídeo. Você pode acessar a programação completa clicando aqui.

O Seminário “ISOP: Pioneiro da Psicologia” acontecerá na FGV, localizada na Rua da Candelária, nº 6 – Centro do Rio de Janeiro.

Quem foi Emílio Mira y Lopez e o que foi o ISOP?

Emílio Mira y López foi uma psiquiatra cubano-espanhol que desempenhou um importante papel no desenvolvimento da Psicologia, como ciência e profissão, no Brasil.

Depois de ter saído da Espanha por conta de sua participação na Guerra Civil Espanhola (1936-1939) ao lado das forças republicanas contrárias ao governo fascista do general Francisco Franco, Mira y Lopez instalou-se no Brasil, criando o Instituto de Seleção e Orientação Profissional (ISOP) em 1947.

Mira y Lopez também foi o criador do PMK (Psico-diagnóstico Mio-cinético), um teste psicológico de personalidade aplicado na seleção de motoristas para prevenção de acidentes na década de 1950, na seleção dos jogadores de futebol da seleção brasileira das copas de 1958 e 1962 e na seleção do corpo diplomático do Itamarati.