Pré-Congresso de Botafogo vota 17 propostas e elege 12 delegadas (os) para o COREP

Categoria(s):  COREP, ESPORTES, Notícias   Postado em: 14/02/2019 às 16:55

O segundo Pré-Congresso Regional de Psicologia da cidade do Rio de Janeiro aconteceu em Botafogo, na Zona Sul, no dia 8 de fevereiro na UFRJ – campus Praia Vermelha com grande participação de psicólogas (os) e estudantes. O evento foi iniciado pelo conselheiro-presidente do CRP-RJ, Rodrigo Acioli Moura (CRP 05/33761), e foi dividido em dois momentos. No primeiro momento, houve a mesa de debates: “Saúde Mental, Esporte e Exercício: A Integração de Conhecimentos”.

João Delfim de Aguiar Nadaes (CRP 05/12202), psicólogo e filósofo que atua no Sistema Prisional do Estado do Rio de Janeiro, falou sobre como o Esporte pode contribuir na desconstrução de um série de problemáticas que afetam o espaço social contemporâneo, compartilhando sua experiência como o corfebol, um esporte coletivo criado na Holanda, prática essa que “ajuda a desconstruir o individualismo, desenvolvendo, entre seus jogadores, o pensamento coletivo e habilidades colaborativas”.

Doralice Sisnande dos Santos, terapeuta ocupacional que atua no Departamento Geral de Ações Socioeducativas do Rio de Janeiro, abordou a questão da violência praticada e sofrida pelos adolescentes em conflito com a lei e sublinhou a importância de um olhar ampliado sobre essa problemática. Segundo ela, a prática do esporte auxilia esses jovens no desenvolvimento de expressão corporal, de suas capacidades motoras, de sua afetividade e sociabilidade, entre outros benefícios.

IMG_5830

João (ao microfone, Kátia, Doralice e Daniele na mesa de debates inicial

“Em geral, nós atendemos adolescentes em sofrimento psíquico e/ou que fazem uso abusivo de substâncias psicoativas. Têm adolescentes que já tentaram o suicídio, outros que apresentam comportamentos impulsivos e violentos, que dificultam a convivência. Esse quadro é agravado pela situação de confinamento, pela superlotação dos espaços e pelos ambientes insalubres, o que afeta diretamente o bem estar físico e psicossocial desses jovens. Além disso, temos que pensar a situação de privação de direitos da maioria deles, que, muitas vezes, acessam pela primeira vez serviços médicos e odontológicos, por exemplo, no DEGASE”, alertou.

A terceira palestrante foi Kátia Soares Velloso, educadora física, professora da Rede Estadual de Ensino, lotada nas unidades escolares do DEGASE, que apontou a importância da atenção à “linguagem motora” dos adolescentes na atuação multiprofissional no campo do Esporte.

“É muito interessante essa projeção que a atividade física está tendo em nossa sociedade. Agora, é preciso um olhar diferenciado no atendimento a esses adolescentes em relação à linguagem motora porque ela diz muito. Claro que é importante um olhar para as questões psíquicas e sociais desses adolescentes, mas a linguagem motora também é muito importante porque ela consegue ser muito mais clara em diversos aspectos”, defendeu.

Daniele Mariano Seda (CRP 05/37229), psicóloga do Esporte, bacharel em Educação Física e oficial da Marinha do Brasil, destacou o potencial do esporte como dispositivo “de produção de felicidade, Saúde Mental, bem-estar e inclusão social” diante do quadro atual de retrocessos em diversos âmbitos.

A psicóloga também problematizou a lógica do alto rendimento, que atravessa a atuação da (o) profissional de Psicologia no âmbito do Esporte. Segundo a palestrante, “a lógica capitalista, de obter alto rendimento do atleta a qualquer custo” pode aprofundar o sofrimento psíquico do atleta e produzir mais exclusão dentro do Esporte.

Após a mesa de debates, foi dado início ao segundo momento do evento, o Pré-Congresso. A representante da Comissão Organizadora Julia Horta Nasser (CRP 05/33796) conduziu a instalação da mesa diretora, que organizou a leitura e aprovação do Regimento Interno do evento.

Na sequência, houve a eleição de delegados para o COREP, tendo sido eleitas (os) 12 delegadas (os) e dois suplentes, além de um delegado estudante e outro suplente. Ao final, houve a votação de propostas. Foram apreciadas 17 propostas, seis delas aprovadas na íntegra, nove aprovadas com modificações e outras duas suprimidas.

Além dos eventos de Botafogo e Campo Grande (que aconteceu no dia 29 de janeiro), a cidade do Rio terá ainda mais três Pré-Congressos: um, no dia 15 de fevereiro, em Bonsucesso (saiba mais aqui) e os outros dois no dia 21 de fevereiro, sendo um no Maracanã (veja mais aqui) e outro na Barra da Tijuca (saiba mais aqui).