LIVE: “PSICOLOGIA, DIREITOS HUMANOS E POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE: ATENÇÃO BÁSICA, SAÚDE MENTAL E ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS” OCORRERÁ NA SEGUNDA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO, ÀS 19H

Categoria(s):  CREPOP, DIREITOS HUMANOS, Notícias, POLÍTICAS PÚBLICAS, SAÚDE   Postado em: 04/12/2020 às 14:03

Evento digital compõe o V Seminário Regional de Psicologia e Políticas Públicas e XI Seminário Regional de Psicologia e Direitos Humanos

WhatsApp Image 2020-12-02 at 16.23.27O CRP-RJ, por meio das Comissões Regionais de Psicologia e Políticas Públicas e de Direitos Humanos, está realizando o V Seminário Regional de Psicologia e Políticas Públicas e XI Seminário Regional de Psicologia e Direitos Humanos, com o tema “Psicologia nas Políticas Públicas e Direitos Humanos: conjuntura atual e desafios da prática profissional”.

A live organizada para o dia 7 de dezembro, próxima segunda-feira, às 19h terá o tema “Psicologia, Direitos Humanos e Políticas Públicas de Saúde: Atenção Básica, Saúde Mental e Álcool e Outras Drogas”.

O objetivo é apresentar as Referências Técnicas do Crepop pertinentes às temáticas propostas para noite, bem como propor uma reflexão aprofundada sobre as questões que permeiam a Atenção Básica, a Saúde Mental e as políticas públicas relativas à álcool e outras drogas.

As (os) convidadas (os) para o debate, Thiago Melício e Victória Gutierrez, ambos conselheiros do CRP-RJ, possuem ampla experiência nas áreas de atuação que são os tópicos desta edição.

Segundo Thiago Melício, psicólogo e professor do Instituto de Psicologia da UFRJ, o atual contexto de sucateamento da Saúde vem se radicalizando mesmo durante a crise sanitária que vivemos: “estamos em um cenário em que observamos, ao mesmo tempo, o negacionismo científico e o avanço da pauta neoliberal de privatização dos dispositivos de atenção e de assistência à população. Assim, torna-se cada vez mais importante destacarmos o compromisso social da Psicologia, para que possamos respaldar os princípios do SUS de universalidade de acesso, integralidade e equidade, visando a transformação social junto à garantia de direitos a todas e todos”.

A Saúde pública, abrangente e de qualidade está diretamente relacionada com as questões pertinentes também às políticas públicas de álcool e outras drogas, políticas essas muitas vezes pautadas pela segregação do usuário, reduzindo-o ao uso de substâncias, e não o enxergando como um sujeito com história e necessidades como qualquer outro indíviduo.

Para Victória Gutirerrez, psicóloga atuante nas políticas públicas de álcool e outras drogas, “a criminalização do usuário é uma forma de segregação social de um determinado segmento da sociedade. Em nome de proteção, de um suposto cuidado, podemos produzir formas de exclusão, de sofrimento e tratamentos degradantes. A Referencia Técnica se faz muito importante, pois nos leva a refletir onde está nosso interesse: nas drogas ou no humano? Valorizemos a Psicologia como ciência e profissão, ampliando nossa visão, superando teorias reducionistas centradas no indivíduo (que o culpabilizam), estigmatizando, patologizando e judicializando. Lembrando que a base de nosso trabalho é o compromisso com a liberdade e direitos humanos”.

 

Participantes:

Thiago Melício (CRP 05/35915) – Conselheiro e coordenador do Núcleo de Saúde da Comissão Regional de Psicologia e Políticas Públicas – CRPPP – do CRP-RJ;

Victória Antonieta Tapia Gutierrez (CRP 05/20157) – Conselheira e coordenadora do Eixo de Álcool e Outras Drogas da Comissão Regional de Direitos Humanos – CRDH – do CRP-RJ.

Mediação: Céu Cavalcanti (CRP 05/57816) – Conselheira e coordenadora da Comissão Regional de Direitos Humanos do CRP-RJ.