IV Seminário Violências contra a Mulher e Políticas Públicas será no dia 21 de março em Nova Iguaçu

Categoria(s):  BAIXADA, Notícias   Postado em: 08/03/2018 às 11:07

No mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, o CRP-RJ, com apoio do Centro de Direitos Humanos (CDH) e do Sindicato dos Psicólogos do Estado do Rio de Janeiro (SINDPSI-RJ), promoverá a 4ª edição do Seminário Violências contra a Mulher e Políticas Públicas. Com temática “Mulher: a quem pertence esse corpo?”, o evento acontecerá no dia 21 de março (4ª feira), das 8h30min às 13h30min, na Subsede Baixada do CRP-RJ, localizada em Nova Iguaçu.

Gratuito e aberto à participação de psicólogas (os), estudantes e demais interessadas (os), o Seminário tem o objetivo de debater as diversas situações de violência contra a mulher na região da Baixada e também as possibilidades de intervenção da Psicologia.

As inscrições serão realizadas no próprio local do evento, a partir das 8h, por ordem de chegada. Atenção: inscrições sujeitas à lotação do espaço!

A Subsede Baixada fica localizada na Rua Sebastião Herculano de Mattos, nº 41 – Centro de Nova Iguaçu (próximo à estação de trem de Nova Iguaçu e à Cruz Vermelha).

sem_mulher_baixadaConfira abaixo a programação completa do evento.

8h – Credenciamento

9h – Mesa de Abertura: Representantes do CRP-RJ, CDH e SINDPSI-RJ

9h30min – Mesa Magna: As LUTAS das mulheres da Baixada Fluminense

  • Yolanda Florentino – Coordenadora do Centro de Direitos Humanos (CDH) de Nova Iguaçu

10h – Coffee Break

10h30min – Mesa de Debates:

– Juliana Gomes (CRP 05/41667) – Mestre em Psicologia pela UFRRJ, conselheira-presidente da Comissão Intergestora de Regionalização e Descentralização do CRP-RJ, superintendente de Proteção Social Básica SEMAS-NI e mãe do Heitor.

– Maiara Fafini (CRP 05/43721) – Mulher travesti, dona de casa, nômade, psicóloga, colaboradora do CRP-RJ e coordenadora do Eixo Diversidade Sexual e de Gênero da Comissão Regional de Direitos Humanos do CRP-RJ.

– Cristiane Carla Pantoja Santos – Ativista, articulada, indigenista formada pelo curso de Direito Indígena da PUC-Rio, palestrante contadora de histórias e arte-educadora e membro de redes de combate à intolerância religiosa (Movimento Interreligiosa – MIR e Centro de Combate à Intolerância Religiosa – CCIR).

12h – Debate

13h – Homenagem às psicólogas

Veja também: Subsede Baixada não prestará atendimento ao público no dia 21 de março