DEBATE SOBRE SAÚDE MENTAL E SAÚDE SUPLMENTAR REÚNE QUASE 60 PATICIPANTES EM PETRÓPOLIS

Categoria(s):  COMISSÃO DE EVENTOS, Notícias, SAÚDE, SUBSEDE SERRANA, Últimas Notícias   Postado em: 28/01/2020 às 12:21
Petropolis 2

Alexandre Trzan (à esq.), Rodrigo Echebarrena e Jociane Gatto

O terceiro encontro do ciclo de debates sobre Saúde Mental aconteceu no dia 23 de janeiro no Centro de Petrópolis e reuniu um público de quase 60 pessoas, entre psicólogas (os) e estudantes, para discutir a temática “Prática Clínica em Saúde Suplementar e Saúde Mental”.

O debate foi mediado por Rodrigo Cunha Echebarrena, conselheiro-coordenador do Núcleo de Saúde Mental do CRP-RJ e psicólogo do Instituto Municipal Philippe Pinel, e teve como palestrantes Alexandre Trzan Ávila, conselheiro do CRP-RJ e mestre e doutor em Psicologia Social, e Jociane Gatto Justen Coutinho, psicóloga hospitalar e presidente da UNIFOP (cooperativa de Saúde Mental e Reabilitação).

Alexandre Trzan iniciou o debate falando sobre o campo da Saúde Suplementar no Brasil, o papel de regulação exercido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), as principais dificuldades e impasses encontrados pela (o) psicóloga (o) na área e também os limites da intervenção do Sistema Conselhos de Psicologia nesse campo.

Em seguida, Jociane Gatto apresentou como se dá o trabalho desenvolvido no âmbito da cooperativa de profissionais que preside – a UNIFOP – e tocou em temas sobre como a (o) psicóloga (o) pode se filiar a esses espaços e como se dá o repasse de honorários pelas operadoras de planos de saúde, abordando também a sensível questão relacionada ao tempo de atendimento individual a pacientes conveniados a planos de saúde.

Petropolis“Foi importante iniciar a agenda de eventos na Região Serrana com um assunto que gera muitas dúvidas, conflitos e, às vezes, insatisfações por parte da categoria. Os palestrantes elucidaram diversos pontos que auxiliam na prática profissional. Além disso, ter a presença da diretoria do CRP-RJ na abertura da agenda marca a importância da nossa política de interiorização dos eventos e ações por todo o estado”, avalia Victoria Antonieta Tapia Gutiérrez, conselheira-coordenadora da Comissão Gestora do CRP-RJ na Região Serrana.

Esse ciclo de eventos foi promovido pelo CRP-RJ no mês de janeiro para fomentar um debate crítico, ampliado e transversalizado sobre Saúde Mental na contemporaneidade, problematizando a prática da (o) psicóloga (o) no campo clínico e nas Políticas Públicas.

O evento foi organizado com apoio da Comissão de Estudantes do CRP-RJ na Região Serrana e teve a presença de três integrantes da diretoria-executiva do CRP-RJ: Pedro Paulo Gastalho de Bicalho (conselheiro-presidente), Mônica Valéria Affonso Sampaio (conselheira vice-presidente) e Júlia Horta Nasser (conselheira-secretária).