COMISSÕES DE ESTUDANTES DAS SUBSEDES BAIXADA E SERRANA SE REÚNEM EM PETRÓPOLIS

Categoria(s):  BAIXADA, ESTUDANTES, Notícias, REGIÃO SERRANA, Últimas Notícias   Postado em: 18/03/2020 às 13:17

90388309_631632014074556_8716712259822288896_nNo dia 29 de fevereiro, ocorreu a reunião das Comissões de Estudantes das Subsedes do CRP-RJ na Baixada Fluminense e na Região Serrana, na Subsede em Petrópolis.

A reunião teve como objetivo principal debater a construção e manutenção da Comissão de Estudantes na Baixada Fluminense e contou com a presença de Gabriela de Araújo Braz dos Santos (CRP 05/56462), conselheira-coordenadora da Subsede Baixada Fluminense, e Victoria Antonieta Tapia Gutiérrez (CRP 05/20157), conselheira-coordenadora da Subsede Região Serrana.

Também estiveram presentes o psicólogo Igor Canzi (05/57575), colaborador da CIRD e as psicólogas colaboradoras Fabíola Foster de Azevedo (CRP 05/42893) e Pâmela Mendonça de Teixeira Brito (CRP 05/59313).

O encontro reuniu as estudantes integrantes da Comissão de Estudantes da Região Serrana, Larissa Pereira Decoló (UNESA Petrópolis) e Cristiana Clara de Freitas Gouveia (UNESA Petrópolis), além de Yvanna da Silva Brito (UVA) e as estudantes colaboradoras da Subsede Baixada Fluminense, Julia de Araújo Silva (Unigranrio) e Ana Clara Pereira Nunes (UNESA Nova Iguaçu).

As representantes da Comissão Gestora e as estudantes presentes fizeram uma breve apresentação do trajeto de formação da Comissão de Estudantes na região, bem como seu funcionamento e designações atuais.

Gabriela Braz e Victória Gutiérrez salientaram a importância dos estudantes ajudarem a consolidar uma aproximação entre o CRP-RJ e as universidades, no intuito de reforçar a formação ética.

As estudantes da Região Serrana ressaltaram as responsabilidades, compromissos, desafios e conquistas da Comissão de Estudantes, desde sua instituição em 2017 até hoje. Em paralelo, as estudantes da Baixada Fluminense trouxeram dúvidas e anseios sobre a Comissão que lá está se formando e mostraram-se muito positivas quanto ao futuro da mesma.

“Estreitar os laços é fundamental para abrir um espaço de troca, fortalecer e impulsionar as ações das Comissões de Estudantes também a nível Estadual”, finalizaram as conselheiras supervisoras das Subsedes, Gabriela e Victória.