10º CNP acontece em Brasília com delegação recorde do Rio de Janeiro

Categoria(s):  COREP, Notícias   Postado em: 06/06/2019 às 10:41

Entre os dias 30 de maio e 2 de junho, ocorreu o 10º Congresso Nacional de Psicologia em Brasília (DF) e o estado do Rio de Janeiro se fez presente com uma delegação recorde: ao todo, foram 29 psicólogas (os) delegadas (os) e dois estudantes de Psicologia, que representaram o estado no evento que é instância máxima de deliberação do Sistema Conselhos de Psicologia.

Durante esses dias, mais de 400 delegadas (os) de todas as regiões do país debateram e votaram diretrizes de atuação para o Sistema Conselhos para o período de 2020 a 2022. O 10º CNP teve como tema “O (im)pertinente compromisso social da Psicologia na resistência ao Estado de exceção e nas redes de relações políticas, econômicas, sociais e culturais”.

delegacaoriocnp2019Segundo informa o site do Conselho Federal de Psicologia, foram 303 propostas aprovadas que definirão os rumos da profissão. Todas as propostas foram encaminhadas ao plenário pelos nove grupos de trabalho (três por cada Eixo), baseadas nas proposições advindas dos 23 Congressos Regionais de Psicologia (Coreps). Isso porque o CNP é um processo amplo de debates, que se inicia bem perto de cada psicóloga(o), nos seus Conselhos Regionais, sede e subsedes, com os Eventos Preparatórios, Pré-Congressos (Pré-Coreps) e COREPs.

Além da votação das propostas, foram apreciadas 27 moções. Após sistematização dessas propostas pela mesa diretora eleita do 10º CNP, vai ser gerado um caderno que será encaminhado ao CFP para divulgação junto às (aos) psicólogas (os).

Algumas(uns) delegadas(os) eleitas(os) durante o 10º COREP – Congresso que antecipa do CNP – enviaram ao CRP-RJ, depoimentos descrevendo suas experiências:

Roseli Goffman (CRP 05/2499), psicóloga e conselheira do CRP-RJ, destacou o companheirismo da categoria durante o evento. “Depois deste evento, entendi o quanto é precioso militar junto com estes companheiros, na alegria do encontro mesmo em tempos sombrios. Gritar juntos palavras de ordem, debater, evitar o narcisismo extremado e apostar no coletivo, votar com consciência e respeitar os colegas não é para qualquer um”, afirmou.

Conceição da Gama (CRP 05/39882), psicóloga de Campos dos Goytacazes, celebrou o compromisso do CNP com a defesa dos Direitos Humanos. “Pessoal maravilhoso! Delegação cheia de afeto, diversidade e compromisso com a defesa dos direitos humanos! Foi lindo ouvir meus colegas defendendo a Psicologia ética, se pronunciando em combate às opressões… Muito orgulho do nosso RJ”, declarou.

O conselheiro do CFP e professor da UFRJ Pedro Paulo Bicalho (CRP 05/26077) se disse “emocionado com o CNP” e destacou a importância das relações construídas e das manifestações que ocorreram durante o Congresso, contra os diversos preconceitos vistos no dia-a-dia: “Tudo que vivemos, as relações de afeto que foram construídas e também consolidadas, os sambas, os novos amigos, as manifestações contra o racismo, a LGBTfobia, a questão indígena colocada. O CNP para mim também marca o fim da gestão do Federal. A mais intensa e potente experiência que já vivi na minha vida. Que o efeito CNP nos contagie”.

Confira a cobertura completa do 10º CNP no site do CFP clicando aqui.

Relembre aqui como foi o COREP-RJ.

Com informações do site do CFP.